Ascom/Semec

Estudantes das Escolas Municipais de Teresina irão participar da primeira fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que será realizada no dia 21 de maio. A competição nacional é destinada a estudantes a partir do 6º ano do ensino fundamental e também da Educação de Jovens e Adultos. 

Nesta edição, 67 unidades de ensino municipal, com aproximadamente 25.296 alunos, irão participar da competição. Neste ano, a OBMEP contabilizou o número de mais de 18 milhões de alunos, em todo o Brasil, inscritos para participarem da olimpíada.

Segundo Nívia Coelho, coordenadora da OBMEP na SEMEC, a competição tem como proposta avançar na qualidade do ensino e aprendizagem de matemática dos alunos da Rede Municipal, por meio de um acompanhamento e apoio pedagógico às escolas.

Nívia ressalta ainda a importância das escolas participarem. “O foco principal é estimular e promover o estudo da matemática, contribuindo para a melhoria da qualidade da Educação, bem como apresentar oportunidades para os alunos”.

Após essa primeira etapa, a comissão organizadora divulgará, no dia 05 de julho, a lista dos classificados para a 2ª fase das provas no site: www.obmep.org.br.

Rede Municipal de Ensino é destaque na competição

Em 2018, os estudantes das unidades de ensino municipais foram destaque com 28 medalhas, sendo um ouro, cinco de prata e vinte e duas de bronze, com destaques a nível nacional. Professores da Rede Municipal de Ensino de Teresina e Escolas Municipais também foram destaque na última edição.

Objetivando repetir os bons resultados, os alunos participaram de atividades preparatórias para a competição, que serão intensificadas para os estudantes que forem classificados a participarem da segunda fase.

De acordo com Nívia Coelho, as ações são realizadas nas escolas através de atividades que reforcem o aprendizado. “A Secretaria destina uma atenção especial para garantir o bom desempenho dos alunos na OBMEP, estamos utilizando diferentes atividades para que os alunos possam reforçar o estudo da matemática”, conta a coordenadora.