Ascom/FMS

A higienização das mãos é uma medida simples que pode evitar diversas doenças. Com o intuito de conscientizar os profissionais de saúde sobre a importância da medida, o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) do Hospital e UPA do Promorar promoveu um concurso cuja premiação foi hoje (21) durante as atividades da Semana de Enfermagem do local.

A Semana de Enfermagem do Hospital do Promorar  iniciou ontem (20) com atividades relaxantes para os profissionais de Enfermagem (enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem) e contou hoje (21) com uma palestra sobre Segurança do Paciente. O objetivo é sensibilizar para o processo de melhoria na qualidade do cuidado da saúde, a partir da gestão de risco e incidentes no serviço, qualificando os profissionais para investigar e minimizar estes problemas, promovendo assim uma maior segurança do paciente que venha a ser atendido nos hospitais.

Como explica a coordenadora do NSP, Raquel Rodrigues, a ação é a conclusão de uma série de treinamentos in loco em cada setor do hospital, orientando cada profissional sobre as técnicas adequadas de higienização das mãos. “Podemos evitar a maior parte das infecções hospitalares relacionadas à assistência com essa medida aparentemente simples, que é a higienização adequada”, disse. “Para contribuir e colaborar com isso a gente estimulou os profissionais a fazerem um vídeo sobre o tema valendo uma quantia simbólica como prêmio e aberta a todos os profissionais”, afirmou a enfermeira.

A vencedora do concurso foi a técnica de Enfermagem Raíza Silva, que produziu uma paródia descontraída com letra educativa. “Eu me surpreendi com essa temática e pensei ‘se é para fazer bem feito, vamos divulgar de uma maneira impactante’, então, pensei em uma forma que chamasse atenção das pessoas e de uma maneira que também fixasse na mente”, relatou.

“A higienização das mãos, que pode ser dividida em fricção com o álcool ou lavagem, é de extrema importância no serviço de saúde e fora, e previne tanto a infecção do paciente como a do profissional, que seria a infecção cruzada. E com essa campanha podemos disseminar a ideia”, comentou Raíza Silva.

É função do Núcleo de Segurança do Paciente promover a articulação dos processos de trabalho e das informações que impactem nos riscos ao paciente, além de articular com diferentes áreas intrahospitalares que trabalhem com riscos na instituição de saúde, considerando o paciente como sujeito e objetivo final do cuidado em saúde. O paciente precisa estar seguro, independente do processo de cuidado a que ele está submetido.