Estima-se que morrem cerca de 200.000 pessoas anualmente por causa das drogas ilícitas. Para ajudar a combater a dependência química, a Prefeitura de Teresina mantém o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS AD), localizado Rua Quintino Bocaiúva, n e 2978 – Bairro Macaúba. Hoje, 26 de junho, é o Dia Internacional da Luta Contra o Uso e Tráfico Ilícito de Drogas, mas essa prática deve ser combatida todos os dias.

De janeiro a maio de 2019 o CAPS AD realizou 3.176 atendimentos individuais, 1.219 atendimentos a famílias, 8.112 atendimentos em grupo, 42 visitas domiciliares, 82 atendimentos à crise. O CAPS AD, especializado no tratamento de álcool e outras drogas, iniciou suas atividades em 11 de agosto de 2003, se configurando como primeiro serviço substitutivo ao modelo hospitalocêntrico implantado no município de Teresina.

“A pessoa passa por triagem para avaliação do grau de dependência e é desenvolvido projeto terapêutico de acordo com o caso. O Centro conta com profissionais de enfermagem, psiquiatras, psicólogos, assistente social, terapeuta ocupacional, nutricionista e clínico geral. Quanto ao tratamento ofertado, este pode ser intensivo (o usuário frequenta diariamente o Centro), semi-intensivo (a frequência é de três dias na semana) e não-intensivo (a frequência é de um dia na semana ou quinzenal)”, explica Elizandra Carvalho, coordenadora do CAPS AD.

Na data de 26 de Junho se luta contra o uso de drogas ilícitas no mundo, sobretudo pelos jovens. Foi em 1987 que se instaurou esta data como o Dia Internacional contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas, pela resolução 42/112 da ONU, para implementar a recomendação da Conferência Internacional sobre o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas, realizada a 26 de junho de 1987.