Ascom/Semec

Na manhã desta quinta-feira (11), mais uma escola recebeu premiação da I Mostra de Projetos Interdisciplinares das Escolas Públicas Municipais de Teresina, que aconteceu no ano passado. A Escola Municipal Joca Vieira, localizada na zona rural de Teresina, conquistou o terceiro lugar e recebeu a última parte da premiação, medalhas e o cheque simbólico.

O projeto que conquistou a terceira colocação teve como tema “A conservação do patrimônio público escolar: Eu cuido, eu transformo”, e foi protagonizado pelos estudantes, que fizeram questão de apresentar o conteúdo em praça pública.

“O projeto teve como tema a conservação do patrimônio público e os professores nos ajudaram bastante com informações. O professor de história, por exemplo, organizou uma linha do tempo, mostrando como era a escola quando foi construída e como ficou e o que os alunos mais depredavam na escola. Já o professor de matemática fez gráfico e a professora de português fez poemas e orientou a turma sobre os livros que deveriam ser lidos sobre o tema. Assim ficamos sabendo que o nosso dinheiro é revestido na escola de várias formas”, conta a aluna Iara Maria Oliveira de Sousa.

Como premiação, alunos e professores foram agraciados com medalhas de bronze, enquanto a unidade de ensino ganhou um bônus de R$ 6 mil da Secretaria Municipal de Educação, organizadora da Mostra.

Durante a homenagem na escola, Tânia Cardoso, gestora da escola, destacou que o projeto ajudou a reduzir em 90% a destruição de objetos escolares. “Os professores trabalharam ações diferentes de acordo com suas disciplinas. A disciplina de português, por exemplo, conscientizou os alunos a terem atitudes adequadas para a conservação do patrimônio escolar, onde eles confeccionaram o fanzine gigante com fotos de escolas destruídas pelo vandalismo”, declarou.

Outra ação que já vinha sendo pensada pela escola antes mesmo do projeto, foi a ‘Patrulha do Bem’, onde os alunos assumem o compromisso de manter a escola conservada. Com a criação dos patrulheiros foi reduzida em 90% a destruição de objetos escolares.

A direção da escola também realizou o lançamento do Projeto ‘Escrevendo histórias e conquistando memórias’, que será trabalhando com todos os estudantes do 1º ao 4º ano do ensino fundamental. “O projeto objetiva fazer com que os alunos produzam suas próprias histórias. As produções terão início em agosto, e em dezembro os alunos participarão de um momento de autógrafos para a apresentação dos textos. Esta é uma iniciativa para trabalhar junto com a leitura e escrita também a produção de textos”, conclui Tânia.