Pesquisas apontam que o artesanato costuma mudar vidas e pode curar diversas doenças, além de ser um grande gerador de renda para uma boa parte da população. O artesão José Antônio é prova viva da mudança de vida através da arte. Formado em pedagogia, deixou as salas de aula para se dedicar ao artesanato e hoje consegue boa parte da renda através de produtos de papéis recicláveis feitos a mão.

“Morei em Brasília um tempo e quando estive lá um amigo me ensinou a fazer artesanato com papel. Comecei fazendo porta-pratos de papel e logo me apaixonei, depois fui desenvolvendo outras peças”, conta o artesão com mais de 20 anos de experiência.

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), auxilia artesãos na exposição e vendas de seus produtos em feiras e eventos públicos ou particulares. José Antônio é um dos apoiados pela Semest. Além de produtos com papéis, o artesão também confecciona colares e bijuterias com tecidos e outros produtos recicláveis.

“Quando estive na faculdade trabalhei bastante tempo na alfabetização de jovens e adultos, mas depois que conheci o artesanato descobri que essa era a minha verdadeira paixão e hoje é a minha principal fonte de renda. Além das encomendas eu exponho em feiras, muitas vezes com o auxílio da Semest. Pretendo continuar buscando mudar de vida e melhorar a vida no planeta através da reciclagem”, afirma.

“A Semest está sempre em busca de divulgar o belíssimo trabalho realizado pelos artesãos e estamos satisfeitos com os resultados que vêm gerando renda, mudando vidas e fazendo a população conhecer mais sobre a nossa arte local”, disse o secretário municipal de economia solidária, Ricardo Bandeira.

A escolha dos artesãos para expor nos eventos públicos e alguns particulares com o apoio da Semest acontece através de inscrições e de trabalhos artesanais destacáveis.  A Prefeitura de Teresina realiza diversos eventos públicos que favorecem a mostra de serviços e produtos que a sociedade muitas vezes não conhece. Eventos como o Teresina em Ação, Viva Meu Bairro e feiras públicas são exemplos do trabalho realizado com esse objetivo.