A Prefeitura de Teresina promove neste sábado (03) um mutirão de limpeza e educação com o objetivo de acabar com os criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como a zika, dengue e chikungunya. É a Faxina nos Bairros, que nesta edição visita os bairros Extrema (zona Sudeste) e Santo Antônio (zona Sul).

A atividade é feita em parceria entre a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs) de cada área. Durante a semana, os moradores dos locais são orientados pelos agentes de saúde a fazer uma limpeza dentro de suas casas e depositar o lixo na calçada no sábado, quando ele será recolhido pelas equipes da SDU. “Pedimos especial atenção para o lixo que não é recolhido pela limpeza regular, como eletrodomésticos e móveis de grande porte”, explica Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da FMS.

Ainda no sábado, a equipe da FMS faz uma caminhada educativa, orientando a população sobre medidas preventivas de combate à dengue, zika e chikungunya e os males trazidos por estas doenças. As equipes se reúnem em um ponto de encontro a partir das 8h e de lá iniciam o percurso. No bairro Extrema, o ponto de encontro será a praça do antigo PPO e o quadrante percorrido será aquele formado pelas avenidas São Francisco, Joaquim Nelson, Monsenhor Zaul Pedreira e Rua Jornalista Wilson Fernandes.

Já no bairro Santo Antônio será contemplada a região do Dagmar Mazza, no quadrante formado pelas ruas Francisco Alves dos Reis, Rua Sete, Rua Dez e Avenida Agricolândia. O ponto de encontro será na Escola Municipal Lysandro Tito de Oliveira.

Com a colaboração da população a FMS tem centrado suas ações em evitar o acúmulo de lixo pela cidade, pois eles podem acumular água e se tornar criadouros do mosquito. “A população precisa ficar atenta e criar o hábito de manter sua residência e arredores sempre limpos. As atitudes rotineiras trazem muitos benefícios à saúde, não apenas em evitar zika, dengue e chikungunya, como também outras doenças decorrentes de falta de higiene”, alerta Oriana Bezerra.

“Mesmo com o fim da época de chuvas, não devemos nos descuidar com o acúmulo de água em objetos que ficam depositados nas residências, por isso pedimos a ajuda de todos nessa luta”, finaliza a gerente.