O colorido que brilha das alegorias, as melodias inconfundíveis que ressoam pelos instrumentos musicais e os sorrisos que contagiam a todos são características que descrevem muito a bem a cultura do Bumba meu Boi. Pensando na integração e valorização dessa manifestação artística, o projeto Boi na Escola promoveu, na manhã desta segunda (12), palestra e apresentação na Escola Municipal Mocambinho (Escolão do Mocambinho). Durante o mês de agosto, se apresenta, ainda, dia 19 no Escolão do Parque Piauí e dia 26 no Escolão do Dirceu.

O Boi na Escola é um projeto realizado pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), que pretende levar apresentações e workshops sobre a dança folclórica às escolas municipais de Teresina. Acontecendo uma vez por semana, as apresentações pretendem ser didáticas e divertidas.

Para o coordenador de Cultura Popular da FMC, Welington Sampaio, o projeto é de extrema importância para que crianças tenham a oportunidade de conhecer essa manifestação. “O Boi na Escola tem como ideia divulgar essa arte que, ao longo dos anos, tem passado por algumas dificuldades. Hoje, ao vermos uma ótima recepção, a nossa motivação com relação ao projeto só cresceu ainda mais “, conta.

Conhecido, também, como Boi Bumbá em algumas regiões, a dança folclórica é uma das mais tradicionais do Brasil. Forte no Norte e Nordeste, essa manifestação une dança, música e teatro para contar a lenda. Na capital piauiense, existem doze grupos que se apresentam nas mais diversas zonas.

No Escolão do Mocambinho, primeira instituição escolhida para receber o projeto, crianças de todas as idades se encantaram e bateram palmas de forma calorosa para a apresentação do grupo Boi Touro da Ilha. “Trazer o boi para dentro das escolas vai agregar valores ao conhecimento dos alunos, que passam a ter contato com a cultura sobre a nossa terra”, afirma Germana Viveiros, diretora adjunta do Escolão.