Vinte e seis estudantes prodígios de escolas municipais de Teresina do ensino médio e do último ano do ensino fundamental (9° ano) foram pré-selecionados para participar da fase online de seletivas para a Olimpíada Internacional de Astronomia de 2020. Os escolhidos chamaram a atenção dos organizadores por se destacar na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e já começaram a se preparar para as competições do próximo ano.

A seletiva irá determinar os estudantes que devem compor as equipes brasileiras que competirão na Olimpíada Latino Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA). Os classificados nas provas online serão convidados para as provas presenciais, marcadas para o mês de março do próximo ano.

Uma equipe de profissionais do Programa Cidade Olímpica Educacional (COE) é a responsável por ministrar as aulas com oficinas sobre Astronomia, aprofundando os conteúdos da programação da OBA para os alunos que possuem interesse pela disciplina.

No ano passado, Teresina foi destaque com o número de estudantes da rede pública municipal premiados na OBA, conquistando 127 medalhas, sendo 44 de ouro, 45 de prata e 38 de bronze. Conquistaram, ainda, 53 medalhas na 12ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), sendo 14 de ouro e 39 de bronze.

Segue a lista dos pré-selecionados.