Uma iniciativa de entusiastas da matemática no Piauí promete formar uma rede de campeões da disciplina. A Universidade Federal do Piauí (UFPI) e a Rede Pensa Piauí estão encabeçando o Projeto Multiplicando Talentos, que proporciona a estudantes de escolas públicas uma semana de imersão no estudo da matemática. São 120 alunos de diferentes municípios, incluindo 23 da rede municipal de Teresina.

As aulas começaram nesse domingo (18) e seguem até o dia 23 de agosto, no prédio da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag). Durante esse período, os alunos ficarão hospedados no local para uma intensa jornada de estudos e troca de conhecimentos. Durante a abertura oficial da programação, o secretário municipal de Educação de Teresina, Kleber Montezuma, destacou a importância da ação para a realização de sonhos.

“Não pensamos duas vezes em topar participar do projeto quando recebemos o convite, porque a iniciativa soma com outras ações que cada município vem realizando para fomentar o estudo das ciências. O Piauí está fazendo história no Brasil, essa é uma oportunidade para novas vivências, novos sonhos”, disse Montezuma.

Os estudantes foram selecionados a partir do desempenho obtido na última edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) e agora se preparam para ganhos ainda maiores. “São os melhores alunos de matemática do Piauí buscando juntos os melhores resultados do Brasil”, afirmou Antônio Cardoso do Amaral, famoso professor do município de Cocal dos Alves e um dos organizadores do evento.

Na OBMEP de 2017 o maior ganho de medalha de ouro foi de Teresina, um total de quatro. A expectativa para 2019 é que esse número seja bem maior. Três professores da rede municipal de Teresina também estão diretamente envolvidos no projeto. A maior parte dos alunos já participa do Programa Cidade Olímpica Educacional e vem buscando ampliar as coleções de medalhas. Para o professor Reginaldo Fernandes, essa é uma grande experiência de vida.

“Esses alunos jamais esquecerão o que estão aprendendo esta semana. O projeto vai abrir portas, oferecer condições para que vejam o mundo por horizontes mais amplos, pois não aprenderão apenas matemática, mas devem entender que eles podem ser o que quiserem ser”, destaca Reginaldo.

Famílias apoiam

Os pais também estão empolgados com a oportunidade. Durante uma conversa da organização com os familiares dos jovens, foram apresentados os principais objetivos da ação, que é um estímulo à busca pelo conhecimento.

Maria da Cruz Oliveira é mãe do Murilo Oliveira, aluno da Escola Municipal João Paulo I. O garoto já conquistou sete medalhas em olimpíadas de matemática, entre prata e bronze, nos últimos três anos. Para a mãe, é gratificante ver a evolução de Murilo, um dos selecionados para o Projeto Multiplicando Talentos.

“Eu quero o melhor para ele, então se essas aulas a mais forem para o crescimento dele, eu só tenho a apoiar. Murilo é meu único filho, crio ele sozinha. É um apaixonado pela matemática, e vê-lo conseguindo alcançar novas conquistas é emocionante”, conclui Maria da Cruz.