Ascom/Semec

Mais um resultado positivo animou a equipe da Secretaria Municipal de Educação de Teresina (Semec). As escolas de ensino fundamental conseguiram reduzir de 44,19% para 6,4% a distorção idade-série dos alunos. Os dados foram apresentados na reunião do Comitê Gestor da Semec, nesta quarta-feira (18), no Centro de Formação Odilon Nunes.

O secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, e técnicas da Semec analisaram com a especialista do Instituto Ayrton Senna (IAS), Neuma Lopes, os resultados de agosto dos programas executadas a partir da parceria. Os dados são referentes à gestão de alfabetização, correção de fluxo e o Fórmula da Vitória, todos fazendo um comparativo dos ganhos entre julho e agosto.

Quando o assunto é distorção idade-série, Teresina vem dando um salto significativo. Segundo o demonstrativo da correção de fluxo escolar apresentado pela equipe, as unidades de ensino estão bem próximas da meta planejada, que é chegar a 5%. Há 18 anos, o cenário era de quase 50% dos alunos em atraso escolar, longe da turma na qual deveriam estar. Atualmente, apenas 6,4% precisam de uma força a mais para alcançar o ritmo correto.

“Não é mágica, e sim um trabalho de organização, planejamento, investimento, formação de professores e muito apoio nas necessidades dos alunos para suas trajetórias. Esse avanço tem sido possível através da parceria entre a Prefeitura de Teresina e o Instituto Ayrton Senna”, declara o secretário Kleber Montezuma.

Além disso, cresceu o número de livros lidos pelos alunos, assim como os níveis de leitura, escrita e oralidade, tudo em um mês. As reuniões do comitê serão mantidas para acompanhar o desempenho dos alunos atendidos pelos programas