Mais uma vez Teresina dispara no quadro de medalhas conquistadas em uma olimpíada nacional de conhecimento. Este ano, 141 alunos da rede municipal se destacaram na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), onde competiram com estudantes de escolas pública e privadas de todo o país. A conquista é um novo recorde para a turma que sonha em chegar ainda mais longe. No ano passado foram 127 premiados.

A competição envolveu jovens do primeiro ano do ensino fundamental até o último ano do ensino médio, incentivando o estudo e a pesquisa na área. Cada vez mais empolgados com os conteúdos de Astronomia, os alunos das escolas municipais de Teresina arremataram 31 medalhas de ouro.

Também se destacaram na 13ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), com 10 medalhas de bronze. A competição consiste no lançamento de foguetes construídos pelos próprios estudantes. Os medalhistas são aqueles que conseguem as maiores distâncias nos lançamentos ao ar livre.

De acordo com Desterro da Silva, professora de Astronomia do Programa Cidade Olímpica Educacional, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) para aprofundar os conhecimentos em disciplinas específicas, é possível perceber a evolução dos alunos ano a ano.

“O crescimento não é apenas em quantidade, mas em qualidade. Os alunos têm uma melhor percepção do que se constrói com a Astronomia e vêm se apropriando desse conhecimento, o que resulta nas conquistas. Trabalhamos os alunos como protagonistas, incentivando o compromisso, a dedicação e a consciência do que se estuda. Estamos felizes com o resultado da OBA, sabemos que estamos no caminho certo”, disse a professora.

Clique aqui para ver a lista dos alunos premiados