Rômulo Piauilino

O domingo foi de visitas à horta comunitária Vila Nova I, localizada na região da Pedra Mole, zona Leste de Teresina. O prefeito Firmino Filho foi ao local, acompanhado dos representantes da Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR), do senador Ciro Nogueira, do deputado estadual Júlio Arcoverde e também dos vereadores R. Silva e Nilson Cavalcante. O objetivo do encontro foi discutir melhorias para as hortas comunitárias da capital.

Representantes dos horticultores de toda a cidade estiveram na reunião, expondo as demandas das hortas comunitárias de suas regiões. Dona Marlene Araújo, presidente da Horta Vila Nova, destacou que as principais demandas é em relação à irrigação. “Com um sistema de irrigação melhor, acredito que teremos capacidade de produzir mais e melhor, aumentando a produção e as vendas também”, disse ela, estendendo o pedido ainda para a construção de uma casa de apoio e banheiros.

Dona Das Dores é representante da horta comunitária Sinhá Borges, localizada na região da Santa Sofia. Ela fala que, nos últimos anos, muitas melhorias foram levadas para as hortas e acredita que os benefícios já são visíveis. “Agora, a gente pede também banheiros e mais poços tubulares. Isso melhoraria a nossa produção”, avalia.

Teresina possui 48 hortas comunitárias espalhadas por toda a cidade. Nelas, mais de 1500 famílias tiram seu sustento. O prefeito Firmino Filho destacou que a Prefeitura tem buscado investimentos para proporcionar melhores condições para os horticultores. “O que buscamos sempre é fazer com que essas pessoas tenham condições de produzir mais e melhor. Temos muitas histórias de superação, famílias que criaram seus filhos comercializando o que produzem nas hortas. Tenho muita satisfação em saber que sou o prefeito que mais construiu hortas comunitárias em Teresina e vamos avançar ainda mais”, destacou.

O chefe do executivo municipal reforçou ainda a parceria já existente com o Banco do Brasil que tem o objetivo de melhorar a estrutura das hortas com sistema de irrigação, perfuração de poços tubulares, entre outros. Na última semana, o prefeito esteve em Brasília em reunião com representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) tentando viabilizar recursos para novos investimentos na zona rural de Teresina, que tem potencial para aumentar a produção agrícola. “Acreditamos no potencial dos nossos horticultores. Estamos analisando esse diagnóstico das hortas para saber que melhorias podem ser feitas com recursos próprios e o que buscaremos junto ao Governo e a bancada federal. Queremos nossos horticultores com melhores condições de ter uma agricultura sustentável, orgânica e eficiente”, destacou.

O senador Ciro Nogueira aproveitou a presença para reforçar que buscaria recursos via Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs) e também de suas emendas parlamentares para auxiliar a Prefeitura nas melhorias nas hortas comunitárias. “Vamos trabalhar juntos com o prefeito Firmino Filho, como já fazemos em outras áreas, também para a melhoria na produção das hortas. Sabemos que com esses investimentos, poderemos reduzir o volume de hortifruticultura importados para Teresina. Nossos horticultores terão condições de atender a demanda do mercado local”, pontuou, anunciando ainda um estudo inédito que será feito pela Fundação Milton Brandão, ligada ao Progressistas, para saber que tipo de produtos o Piauí produz e consome.

O deputado Júlio Arcoverde e os vereadores R. Silva e Nilson Cavalcante se comprometeram em buscar ajuda dos outros entes para que se pudesse ampliar os investimentos nas hortas. “Quero destacar o esforço da Prefeitura para manter as hortas funcionando a contento, com estrutura. A nossa ideia é buscar o apoio do Governo Federal e da nossa bancada federal para alocar recursos via emenda parlamentar para melhorar as hortas. Assim como Teresina é hoje número 1 em educação, queremos que ela seja também número 1 em produção das hortas”, destacou o vereador R. Silva.