Ascom/Semec

Estudantes da Escola Municipal Professor Antilhon Ribeiro Soares, zona Sul de Teresina, estão participando de atividades relacionadas ao Projeto ‘Anime-se’. A ideia é através das histórias em quadrinho incentivar o hábito da leitura nos alunos.

Segundo Glaucya Leandros, pedagoga da escola, umas das principais dúvidas dos educadores é o que fazer para incentivar os alunos a ler mais. “Os alunos dessa nova geração são conhecidos como nativos digitais, e estão se distanciando cada vez mais do hábito da leitura, isso por conta do dinamismo e da modernidade trazida pelas novas tecnologias. É comum que os alunos busquem informações mais rápidas e acessíveis, o que leva a muitos pensarem que ler é perda de tempo”, explica a professora.

Glaucya conta que diante de tantas tecnologias buscou uma forma de trazer os alunos para o mundo da leitura. “Observando e conversando com alunos a escola resolveu elaborar um projeto que aproxima-se os alunos dos livros, daí a ideia das histórias em quadrinho, que chama a atenção dos jovens, por seu formato colorido e divertido. O projeto Anime-se passou a despertar nos alunos o hábito da leitura, onde os estudantes foram estimulados por meio de uma proposta prazerosa e lúdica”, pontua.

Para Rosimay Monteiro, gestora da escola, as Histórias em Quadrinhos (HQ) estimulam e incentivam o leitor a buscar também outros tipos de leitura, uma vez que, juntamente com os livros, são instrumentos saudáveis para estimular a imaginação e o raciocínio de jovens e crianças. “Iniciamos nosso processo de incentivar a leitura com as histórias em quadrinho, os alunos realizando leitura e também criando histórias, assim eles começaram a perceber o quanto prazeroso o hábito de ler poder ser. Hoje eles já buscam outros recursos de leitura”, destaca.

Durante a culminância do projeto os alunos conheceram o cartunista Joaquim Monteiro, que interagiu e explicou aos alunos técnicas de construção dos quadrinhos.