Uma comitiva formada por pessoas de países africanos e técnicos do Banco Mundial chegou à Teresina nesta quinta-feira (05) para uma visita à Rede de Atendimento à Mulher em situação de Violência Doméstica e Familiar da capital. O grupo foi recepcionado no Teatro do Boi com apresentações culturais dos grupos Afro Cultural Ijexá e de Balé.

A comitiva, que é composta por ministra, delegada, deputada, gestores que trabalham em prol de causas femininas, reúne pessoas de cinco países africanos como: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe. O grupo participou em Brasília, de 02 de dezembro até a última quarta-feira (04), do Intercâmbio Brasil-África para troca de conhecimentos sobre empoderamento feminino e enfrentamento da violência contra a mulher. O intercâmbio finalizou em Teresina.

“Esse é um momento muito importante para a cidade de Teresina, receber a comitiva africana para essa troca de experiência. Nesse primeiro dia realizamos visitas para que eles tivessem contato direto com serviços, como o Esperança Garcia, Amor de Tia e Delegacias. Montamos uma agenda especial para realizarmos essa troca”, destacou a secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Macilane Gomes.

A ministra da Justiça, Ivete Correia, de São Tomé e Príncipe, país africano que engloba a comitiva de países do Intercâmbio Brasil-África, falou sobre algumas das políticas de enfrentamento à violência vigentes no seu país de origem e destacou pontos importantes sobre a problemática de violência de gênero.

“É uma questão acentuada, em que nós, através de várias políticas e estratégias, estamos cada vez mais combatendo. Como todos nós sabemos, a mulher sofre violência doméstica e ela não tem a coragem de denunciar. Temos também a questão de fatores culturais, a dependência financeira, dentre outros. Tudo isso deve ser trabalhado”, relatou.

A ministra destacou ainda que estar em Teresina é enriquecedor. “Poder participar dessa troca de experiência é enriquecedor, pois dessa forma estamos cada vez mais lutando em prol da libertação da mulher sobre a questão de violência”, acrescentou.

Dando continuidade à programação de visitas, nesta sexta-feira (06), às 8h, o grupo conhecerá a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM), e participará, 12h, de um almoço no Serviço de Atendimento Integral às Mulheres e suas crianças – Amor de Tia Norte.