Ascom/SDU Sul

A Prefeitura Municipal de Teresina deu início essa semana à implantação da pavimentação asfáltica de um novo trecho da Via Sul, entre as pontes Wall Ferraz e Anselmo Dias. Isso foi possível graças à conclusão do trabalho de terraplenagem do local. Atualmente, além da pavimentação, a construtora responsável pelos serviços está trabalhando na conclusão das obras de drenagem da área.

A Via Sul é atualmente uma das mais importantes obras de mobilidade urbana de Teresina. Trata-se de investimento de cerca de R$ 65 milhões para construção de ampla avenida que tem início na rotatória do Cefapi, na ligação com a Avenida Marechal Castelo Branco, e segue até a Avenida Manoel Ayres Neto, no Parque Sul, região do Vamos Ver o Sol, sempre margeando o Rio Poti.

“A primeira fase, entre o balão do Cefapi e a Ponte Wall Ferraz, já está praticamente concluída, e agora estamos iniciando a pavimentação do trecho que vai até a Ponte Anselmo Dias. Ou seja, tudo está transcorrendo como planejado e a obra andando em um bom ritmo”, lembrou o superintendente da SDU Sul, Paulo Lopes.

A próxima etapa, entre a Ponte Anselmo Dias e a Avenida Manoel Ayres Neto, no Parque Sul, já está licitada. Essa fase da obra inicia na Ponte Anselmo Dias, segue pela Avenida Celso Pinheiro, Vila da Paz, Parque Rodoviário, Estrada da Alegria, indo até a entrada do Parque Sul.

A Via Sul terá cerca de 20 quilômetros de extensão, com três pistas de rolamento de cada lado, um canteiro central de seis metros de largura, calçada do lado da floresta fóssil, também de seis metros, e outra de três metros do lado das residências, toda iluminada e com ciclovia.

Quando for inaugura, a Via Sul passará a se chamar Avenida Padre Florêncio Lecchi, um respeitado professor de Química de Teresina que nasceu em Bérgamo (Itália). É considerado o mentor espiritual de várias gerações de alunos. Padre Florêncio faleceu em 30 de agosto de 2014, aos 86 anos.