Ascom HUT

Na manhã de hoje (02), a clínica pediátrica do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) recebeu uma decoração de abelhinhas, com balões, bolo e docinhos. Foi a festa de aniversário da Allana Maryah, que tem dois anos e desde os oito meses de idade vive no hospital.

Internada há um ano e quatro meses no HUT, Allana sofre de uma síndrome rara conhecida como Amiotrofia Muscular Espinhal (AME). É uma doença degenerativa da medula espinhal que afeta a parte motora, deixando o paciente sem movimentos nos membros superiores e inferiores. A menina depende de aparelho para manter a função respiratória e se alimenta por meio de gastrostomia (sonda).

A mãe de Allana, Andressa Pinheiro, conta que a família é natural da cidade de Elesbão Veloso. “Desde que ela foi internada no HUT, eu tenho me dividido entre o hospital e nossa casa, onde tenho um outro filho de seis anos”, comenta. Ela espera que eventualmente a filha possa passar pelo processo de desospitalização e dê continuidade aos cuidados em casa com a família.

A gerente da Clinica Pediátrica do HUT, Carla Janaina, essas festas de aniversário deixam o ambiente alegre e quebra a rotina do hospital. “Estamos sempre proporcionando aos nossos pequenos pacientes momentos de descontração. Isso ajuda a acelerar o processo de recuperação das crianças”, destacou a enfermeira.

Por ser uma referência no Sistema Único de Saúde (SUS) para atendimento pediátrico de urgência e emergência para crianças o HUT acaba recebendo crianças com quadro de saúde grave que requer longos períodos de internação. Para tratar essas crianças o Hospital mantém dez leitos de UTI Pediátrico, além de uma enfermaria equipada para receber esses pequenos pacientes.  Atualmente, a clínica pediátrica do HUT possui cinco crianças “moradoras” que, assim como Allana, dependem de aparelhos para viver.