Ascom/SDU Leste

A população precisa se conscientizar quanto aos perigos do descarte irregular de lixo em áreas verdes e públicas. De janeiro a dezembro de 2019, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU-Leste) recolheu aproximadamente 48 mil toneladas de lixo na região, sendo cerca de 20 mil toneladas coletadas manualmente e quase 29 mil toneladas de lixo recolhidos de forma mecanizada.

Na última terça-feira (07), em virtude da chegada do período chuvoso, a equipe da Gerência de Serviços Urbanos percorreu os principais pontos de alagamento, desobstruindo galerias e bocas de lobo, na chamada “Rota das Chuvas”. De acordo com o gerente de Serviços Urbanos, Renato Lopes, os profissionais da limpeza recolheram colchões, sofás, materiais de construção, pneus, brinquedos, restos de podas e outros tipos de lixo descartados incorretamente.

“É muito triste ver tantos materiais sendo descartados assim sem nenhum controle ou consciência. Tudo isso obstrui os canais das galerias por onde as águas das chuvas deveriam passar. Temos uma programação organizada anualmente para executar a limpeza em todos os bairros e, com a chegada das chuvas, procuramos dar prioridade à limpeza dessas galerias, de forma célere e preventiva”, destacou Renato Lopes.

Conscientização dos moradores e a preservação do meio ambiente

A colaboração da população é fator importante para evitar o acúmulo ou descarte irregular de lixo em áreas de proteção ambiental. Agir em parceria com o órgão é um elemento crucial das frentes de trabalho. Sobre isso, a SDU Leste também conclama o apoio do cidadão para atuar em conjunto.

“O nosso maior objetivo, neste aspecto, é promover a conscientização das pessoas para que elas se sintam mobilizadas a participarem conosco das limpezas nos bairros. Juntos, podemos trabalhar com ações mais direcionadas com a finalidade de manter a nossa região mais limpa. Solicitamos também o apoio da população no sentido de fazer o acondicionamento do lixo da maneira correta e também evitar despejar materiais em praças e no meio de ruas e avenidas”, destacou o superintendente João Pádua.

A Superintendência conta sempre com a colaboração da população no trabalho de conservação desses espaços. Nesse sentindo, a comunidade pode ajudar o órgão com informações ou denúncias sobre descarte incorreto de lixo domiciliar ou material sólido pelos números (86) 3215-7875 e 7874 ou pelo aplicativo Colab.