Ascom/Semam

O Parque Ambiental Matias Matos, mais conhecido como Lagoa do Mocambinho, ficou mais arborizado na manhã desta sexta-feira (10) ao receber 200 mudas de árvores, entre espécies nativas e ornamentais. O plantio foi realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM) como medida ambiental compensatória pela realização do Corso 2018.

A ação contou a presença de lideranças comunitárias da zona Norte de Teresina e o acompanhamento da ONG Mais Vida, responsável pelo cálculo das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) gerados durante o evento e a certificação do cumprimento de tal medida.

De acordo com o secretário da SEMAM, Olavo Braz, a compensação ambiental é um recurso legal que deve ser cumprido com o propósito reduzir os impactos gerados a partir de atividades que fazem uso de recursos ambientais e que são considerados potencial ou efetivamente poluidoras, ou que tenham a capacidade de impactar o meio ambiente.

“A participação da comunidade em momentos como esses é fundamental, justamente porque contribui para aproximá-la das questões ambientais. Nesse caso, fazendo com que ajudem a preservar o parque, um espaço que se tornará ainda mais agradável para receber a população”, completa o secretário Olavo Braz.

Em breve, também serão inseridas aproximadamente 200 mudas de árvores no Parque Lagoas do Norte, como compensação ambiental pela realização da última edição da referida festividade carnavalesca.

Para determinar a quantidade de mudas de árvores que devem ser inseridas nessas compensações ambientais, a ONG Mais Vida realiza seus cálculos com base no protocolo de GEEs do Instituto CO2 Zero.