Ascom/HUT

O laboratório de análises clínicas do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) realizou, somente em 2019, 415.526 mil exames. Comparado com 2018, que contou com 403.867 exames realizados, houve um aumento de 2,8%. Equipado com aparelhos automatizados e interfaceados, o laboratório do HUT disponibiliza 54 tipos exames que cobrem as especialidades da hematologia, urinálise, bioquímica, coagulação, imunologia, marcadores cardíacos e gasometrias.

Dentre os exames mais realizados estão o hemograma, com uma média de 4.500 por mês, a dosagem de ureia, com 3.600, e a dosagem de creatinina, com 3.500 exames por mês. De acordo com o gerente do laboratório, Giancarlo Marques, todos os exames realizados no HUT são revisados em lâmina no microscópio pelo farmacêutico-bioquímico de plantão.

“Fazemos a revisão de todas as lâminas e o controle diário dos testes de todos os aparelhos automatizados, garantindo a qualidade dos exames realizados”, explica.

Para casos mais específicos como, por exemplo, suspeita de infarto do miocárdio ou outra lesão cardíaca, o HUT realiza a dosagem da troponina, um marcador cardíaco importante para este tipo de diagnóstico. “Esse exame é realizado em um aparelho automatizado usando a técnica de eletroquimioluminescência, que apresenta alta sensibilidade analítica”, destaca.

Giancarlo acrescentou ainda que a rotina do laboratório inicia diariamente às 5h30 da manhã. “Os técnicos do plantão noturno deixam todos os exames das UTI’s coletados para os bioquímicos processarem o material logo cedo. As urgências são atendidas a todo momento, de acordo com o chamado de cada setor. Temos um sistema de chamada que o profissional do setor aciona quando há necessidade. Temos ainda as rondas para os postos às 9h30 e às 15h30. Com isso, conseguimos suprir todas as demandas do Hospital”, disse.

O laboratório do HUT funciona 24 horas por dia e dispõe de três bioquímicos e um digitador em cada plantão de 12 horas. Além disso, o HUT conta com sete técnicos de laboratório no plantão diurno e cinco técnicos de laboratório no plantão noturno. Por mês, o Hospital atende uma média de cinco mil pessoas e realiza mais de 1.100 cirurgias.