Ascom/FMS

Uma palestra com o tema “Casas que Curam” foi ministrada hoje, 17, no auditório da sede da Fundação Municipal de Saúde (FMS). A atividade levou a todos a uma imersão em neurociência aplicada à arquitetura, design biofílico,  psicologia ambiental, psicodinâmica das cores e nas nossas memórias.

O momento foi desenvolvido pensando no Janeiro Branco, uma campanha dedicada a convidar as pessoas a pensarem sobre suas vidas, o sentido e o propósito das suas vidas, a qualidade dos seus relacionamentos e o quanto elas conhecem sobre si mesmas, suas emoções, seus pensamentos e sobre os seus comportamentos.

“O ambiente em que estamos inseridos muitas vezes refletem nossas emoções. Em qualquer fase da vida que esteja, a arquitetura pode ajudar você a viver num ambiente energeticamente harmonizado”, diz Hociomara Lis, gerente de Desenvolvimento de Pessoas da FMS. A palestra “Casas que Curam” foi ministrada pela arquiteta Ana Carolina Nogueira, criadora do tema “Morar afetivo”, que é uma expressão definidora da linguagem de seus projetos.