Ascom/Semec

Considerada a segunda língua oficial do Brasil, a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) é cada vez mais necessária para a melhor comunicação com pessoas com deficiência auditiva. Na escola, a habilidade faz diferença na qualidade da vida acadêmica dos alunos. Por isso, a Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), oferece gratuitamente um curso de Libras direcionado para educadores.

Este ano, serão oferecidas 200 vagas destinadas a diretores, pedagogos e professores de Escolas Municipais de Teresina. As matrículas iniciam nesta segunda-feira (27), e seguem até o dia 13 de fevereiro, data em que iniciam as aulas do curso. As matrículas podem ser realizadas na sede da SEMEC, na Rua Areolino de Abreu, 1507, Centro,  no setor de Educação Inclusiva.

O curso possui carga horária de 120 horas/aula e acontece semanalmente no Centro de Formação Professor Odilon Nunes, nas modalidades básica, intermediária e práticas avançadas. As aulas levam noções de expressão corporal, estrutura linguística e exemplos práticos da rotina escolar.

De acordo com a coordenadora de Educação Inclusiva da SEMEC, Samara Moura Oliveira, o curso forma mais de 50 participantes por ano. “Oferecemos essa capacitação desde 2015 com o objetivo de formar multiplicadores nas escolas. São diretores, professores e coordenadores pedagógicos que podem entender melhor as necessidades dos alunos com deficiência auditiva e ajudar a construir uma escola pública mais inclusiva. As turmas estão divididas nos níveis básico, intermediário e avançado, com aulas nas quintas e sextas-feiras pela manhã, e a novidade para este ano é que teremos uma turma no turno da tarde”, explica.