Cerca de 29 mil toneladas de lixo irregular foram recolhidas pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste em 2019, com um gasto total de aproximadamente R$ 1,2 milhão. Neste ano, até dia 28 de janeiro, já foram recolhidas 2.304,89 toneladas na região, representando um custo de R$ 97.358,55.

Isaú Pereira, gerente de Serviços Urbanos da SDU Sudeste, relembra que o lixo irregular se trata de resíduos sólidos não depositados em áreas inadequadas ao descarte. “Temos feito o recolhimento em praças, avenidas, terrenos baldios e nas proximidades de galerias e campos de futebol. Isso é feito de forma mecanizada, com o uso de tratores e caçambas”, afirma.

Para evitar o descarte irregular, dez Pontos de Recebimento de Resíduos (PRR’s) na zona Sudeste estão disponíveis para a população depositar o lixo seco, resultados de capina, poda, materiais de construção, objetos velhos e demais utensílios que necessitem ser descartados em pequenas quantidades, de até 1m³por dia (tamanho de uma carroça).

Nos pontos é proibida a colocação de lixo orgânico, animais mortos e vísceras, resíduo industrial, entulhos em quantidade maior que 1m³, resíduo hospitalar, pilhas, baterias e aparelhos eletrônicos.

O superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, destaca a importância da conscientização da comunidade. “A SDU Sudeste possui um sistema operando de forma eficiente na limpeza das vias e áreas públicas e é, por isso, que esperamos contar com a ajuda da população no combate ao lixo irregular. Pedimos que os moradores façam o descarte correto do lixo e que denunciem, por meio do Colab ou na própria SDU, locais onde há o acúmulo de resíduos”, finaliza Evandro Hidd.

 

Confira os locais onde estão localizados os PRR’s na zona Sudeste:

– Rua 02 do Parque do Sol – Bairro Renascença (próximo aos trilhos);

– Rua Desembargador Antônio Santana com Rua 11 do Loteamento Manoel Evangelista – Bairro Novo Horizonte;

– Avenida Noé Mendes com Rua Carlotinha Brito – Bairro Renascença (em frente ao Restaurante Alto Sabor);

– Rua 30 com Rua Alexandre Gomes Chaves, próximo à Praça da Brita (BR-343) – Bairro Itararé;

– Rua das Flores com Rua Alto do Cocal – Bairro Gurupi;

– Avenida Joaquim Nelson com Rua Santa Mariana – Bairro Novo Horizonte;

– Rotatória da Avenida Noé Mendes com Desembargador Manoel Felício Pinto – Dirceu II;

– Rua José Matias Moedas com Rua Estudante Fábio Cézar (atrás da caixa d’água) – Residencial Frei Damião;

– Rua Dois com Rua dos Trilhos – Parque do Sol;

– Avenida Professor Camilo Filho com Avenida Jeú Sérvio – Residencial Alto da Ressurreição