O período chuvoso no início do ano já é conhecido no calendário do teresinense e, junto com ele, surge uma lista de cuidados que cada cidadão deve ter com o resíduo sólido que produz para evitar o entupimento de galerias e, consequentemente, zonas de alagamentos e enchentes.

As orientações vão desde o acondicionamento correto do lixo, que deve ser feito em sacolas de plástico reforçadas, para caso fiquem cheias de água, não rasguem durante o manuseio dos coletores, bem como a indicação de local e horário ideais para o descarte.

“A coleta domiciliar acontece de segunda a sábado, três vezes na semana. Então nossa orientação é que a população disponha as sacolas de lixo na porta de sua residência no dia da coleta, já próximo ao horário em que o caminhão passa. Assim evitamos que as chuvas carreguem essas sacolas, sujando as ruas e entupindo os bueiros. São atitudes simples, mas que fazem toda a diferença para uma cidade limpa”, explica Lílian Guimarães, coordenadora de limpeza pública da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh).

A coordenadora também explica que cada pessoa é responsável pelo seu lixo e que consta no Código de Postura do Município que a população deve acondicionar seus resíduos de forma correta e se responsabilizar por ele até que seja coletado.

“Além disso, a disposição desses resíduos em canteiros centrais, praças e terrenos baldios é proibida e passível de multa. Em caso de eventuais falhas na coleta, o munícipe deve recolher o seu lixo para dentro da residência e entrar em contato com a nossa equipe pelo telefone (86) 3221-7050 para que possamos regularizar a coleta de forma imediata”, completa Lílian Guimarães.