Ascom/ FMS

Diretores de todos os hospitais municipais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) estiveram, na manhã de hoje (31), reunidos para discutir estratégias de manejo do novo coronavírus, epidemia que tem assolado a China e outros países do mundo. O objetivo é sensibilizar e preparar a rede para a possível chegada da ameaça ao nosso país.

Durante a reunião, foi feito um balanço da situação e um levantamento do que seria necessário em relação a materiais e estrutura de atendimento, para que haja uma intervenção adequada e segura em situações de gravidade.  “Estamos fazendo esta sensibilização para que cada diretoria possa orientar os profissionais que ficam na ponta, já que nossos hospitais são porta aberta para atendimento”, esclarece Jesus Mousinho, diretora de Assistência Hospitalar da FMS. A orientação é que eles se utilizem de medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

As informações serão repassadas a todos os profissionais de saúde que atuam na área epidemiológica das unidades por meio de capacitações, além da população em geral, trabalho que já está sendo desenvolvido nas escolas do município. “A transmissão do coronavírus se dá por via respiratória, ou seja, espirros, tosse e fala. Neste momento, estão sendo tratados como suspeitos àqueles que estiveram em contato com alguém que esteve na China ou nos países com ocorrência da doença”, informa Amparo Salmito, gerente de Epidemiologia da FMS. “Como ainda não existe tratamento, devemos acompanhar e isolar os casos suspeitos, tratando os sintomas e entrando com antibiótico em caso de complicações como pneumonia”, instruiu a gerente.

A doença é causada pelo 2019 nCoV, pertencente à família dos coronavírus. Geralmente, os coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. Entretanto, alguns tipos podem causar doenças graves como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS).

Os sintomas são febre, tosse e dificuldade para respirar. Para prevenir, atitudes simples no dia a dia são importantes. Lavar as mãos com água e sabão, usar álcool em gel, ficar em casa se estiver doente, cobrir o nariz e a boca com lenço de papel quando tossir ou espirrar, limpar e desinfetar os objetos que são muito usados.