Ascom/Semdec

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) recebeu, na manhã desta quarta-feira (05), 14 estudantes universitários que foram selecionados para somar à equipe de pesquisa da Coordenação de Turismo. O objetivo é que realizem levantamento de dados sobre o Corso de Teresina, cuja aplicação dos questionários ocorrerá no sábado (15).

Os pesquisadores são alunos do curso de Turismo da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e estarão entrevistando pessoas a partir das 17h, ao longo de toda a avenida Raul Lopes. De acordo com o coordenador de Turismo da Semdec, Eneas Barros, eles irão se movimentar em duplas para entrevistar pessoas no corredor da folia ou mesmo espectadores que se posicionam nas calçadas, assistindo ao desfile, e pessoas dentro de camarotes.

“Serão aplicados 300 questionários, com margem de erro de 5,5%. A ideia é que cada pesquisador aplique cerca de 20 questionários até o final do evento”, explicou Eneas Barros. “Em contrapartida a SEMDEC oferecerá Certificado de Participação, com carga horária de 60 horas/aula, e uma bolsa-auxílio”, explica.

As questões terão como base a análise do perfil socioeconômico do entrevistado, como local de residência, faixa etária, sexo, atividade econômica principal e renda, além da identificação de suas avaliações sobre o Corso. Caso o entrevistado seja turista, o questionário aborda local de hospedagem, dias de permanência, gasto em função do evento e se veio à Teresina tendo o Corso como principal motivo da viagem.

“A Semdec aplica essa pesquisa há seis anos. Estudar o perfil das pessoas que estão no Corso de Teresina é cada vez mais importante para a Prefeitura, inclusive para balizar suas ações para o ano seguinte. Com esse estudo, podemos ver quem é o nosso turista, de onde ele vem, se vem em grupo ou sozinho, se é homem ou mulher, o quanto ele gasta, entre outras coisas. São números essenciais para que não só o poder público saiba se movimentar, mas também para que a iniciativa privada possa saber nortear seus investimentos”, afirma o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso.

A Semdec dispõe de uma equipe de pesquisadores instalada em 2018, com quatro estudantes universitários, sendo três do curso de Turismo (Uespi) e um do curso de Economia (Ufpi). Os pesquisadores da Semdec atuarão como supervisores dos outros 14 estudantes, os quais juntamente com a equipe técnica da Secretaria farão tabulação online dos dados.

Pesquisa de 2019

De acordo com dados do levantamento realizado no ano anterior, e com base em cálculos, desde que recebeu o título, em 2012, de maior corso do mundo, pelo Guinness Book, o público no Corso de Teresina teve um crescimento de 475% nos últimos sete anos. Além disso, a pesquisa de 2019 identificou que o fluxo de turistas de outros estados brasileiros teve um crescimento de 64,3%, em relação a 2018, enquanto a permanência média do turista saltou de 5,1 dias por pessoa em 2018 para 7,1 dias em 2019.