Ascom/SDU Centro Norte

Um projeto-piloto de requalificação da Praça Marechal Deodoro da Fonseca, mais conhecida como Praça da Bandeira, foi apresentado nesta quarta-feira (05) em reunião na Superintendência de Desenvolvimento Urbano SDU Centro/Norte.

As professoras do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Piauí (UFPI) apresentaram ao superintendente da SDU, Carlos Daniel, e ao presidente da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, Luis Carlos, os detalhes do projeto-piloto. A requalificação do local será executada por meio de um termo de convênio firmado entre a Prefeitura de Teresina e o Departamento do curso de Arquitetura da UFPI.

O superintendente Carlo Daniel considera essa parceria muito importante para melhorar os espaços públicos da cidade. “Estamos satisfeitos com essa união com os novos profissionais, pois assim estaremos revitalizando a nossa cidade e contando com a colaboração dos jovens profissionais que moram em Teresina”, enfatiza.

O projeto-piloto foi idealizado com base em pesquisa realizada pela professora Nadja Rocha, que adotou a Praça da Bandeira como objeto de estudo na sua dissertação de mestrado. “Fizemos simulação computacionais, pesquisas feitas a nível de usuário da Praça, e  a partir daí elaboramos a revitalização desse espaço urbano com o objetivo de atrair as pessoas para aproveitarem toda essa área de lazer. Este projeto é um ponto de partida, dele sairão outros que conseguiremos dar maior visibilidade”, destacou.

A professora reforça que a união entre as instituições possibilita a inserção dos alunos neste processo, por isso essa parceira é tão importante. “Os alunos aprenderão sobre projetos de Arquitetura e Urbanismo e colocarão em prática todo conhecimento adquirido em sala de aula durante estágio no escritório escola”, acrescentou..

Rômulo Marques, ex aluno da UFPI e arquiteto da SDU Centro Norte, comenta que a universidade tem uma produção gigante de projetos que podem sair do papel. “Nosso objetivo é unir as duas demandas. Será um casamento de uma instituição que tem a necessidade com outra que tem uma mão de obra e uma equipe para realizar”, disse.

A ideia inicial da parceria é que a Prefeitura apresente as solicitações de projetos variados que beneficiem a cidade e que a UFPI, através do laboratório escola do curso de Arquitetura, aponte as soluções por meio de estudos e pesquisas dos alunos e docentes.