Ascom/SMPM

A festa de confraternização do Amor de Tia Sudeste marcou o fechamento de um ciclo para muitas mães que participaram do serviço. Uma nova lista foi enviada ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para selecionar as mães em situação de vulnerabilidade que se encaixam no perfil de atendimento do serviço oferecido.

O encerramento foi um momento de muita alegria, harmonia, e também vários depoimentos de agradecimento à equipe do espaço. Maria de Fátima Ferreira, 22 anos, é mãe da Ághata Sofia, de três anos. Ela entrou no Amor de Tia em 2018 e falou um pouco sobre a contribuição da unidade na sua vida durante o tempo que foi atendida. “Só estou triste porque minha filha vai sair, mas sou grata a tudo que fizeram por ela e por mim. Aqui aprendi muita coisa, pois fiz diversos cursos, participei de palestras, oficina roda de conversa. Vou sempre carregar no meu coração tudo que vivi aqui”, declarou.

A coordenadora da unidade, Maria de Lourdes Mendes, explica que o projeto estabelece uma idade para início e o término no acolhimento dessas crianças, o que possibilita que novas mães e crianças possam ser beneficiadas. “Nossa expectativa é sempre alcançar o maior número atendimento de mulheres em situação de vulnerabilidade. Já estamos preparando tudo para que as novas mães se sintam bem acolhidas, queremos ajudá-las. É sempre um grande prazer receber todas essas mulheres. Estaremos aqui em qualquer momento para oferecer todo o apoio e, além do acolhimento as suas crianças, disponibilizar cursos, capacitações, dentre outros, possibilitando um maior empoderamento dessas mulheres”, afirma a coordenadora.

O Serviço de Atendimento às Mulheres e suas Crianças: Amor de Tia oferece auxílio a mulheres em situação de vulnerabilidade social e violência em Teresina.  As duas unidades, Norte e Sudeste, desenvolvem estratégias de empoderamento feminino, acolhimento e também de desenvolvimento psicossocial a crianças de 1 ano a 2 anos e 9 meses. O Amor de Tia Sudeste fica localizado na Rua Santa Luzia, s/n, bairro Alto da Ressurreição. Mais informações através do telefone: (86) 3234 2620.