De origem humilde, filho de pais que trabalham como autônomos e nunca tiveram a oportunidade de fazer um curso superior, Lucas Araújo, 19 anos, vai ser o primeiro de sua casa a ir para a universidade. Ele foi aprovado em primeiro lugar para o curso de Engenharia Mecânica da Universidade Federal do Piauí, no último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para Lucas e para os seus pais, a notícia não significou apenas a aprovação, mas foi também a realização de um sonho.

“A sensação de ser aprovado foi ótima, foi uma realização. Eu escolhi Engenharia Mecânica porque gosto de desafios e também adoro máquinas, então este curso tem tudo que eu queria”, pontuou. Ele conta que no último, ano antes das provas, se dedicou apenas a conseguir sua aprovação e, para isso, estudava cerca de três horas por dia, além do tempo que passava no curso preparatório Universidade ao Alcance de Todos (Unitodos), que atende estudantes de baixa renda, em Teresina.

Lucas não foi o único aluno de origem humilde que conseguiu alcançar o sonho de chegar à universidade, por meio do Unitodos. A ele se somam mais 185 aprovados para os mais variados cursos, em diferentes universidades do Piauí.  “Ano passado tivemos em torno de 90 alunos aprovados na chamada regular e esse ano, já nessa primeira convocação, alcançamos o número de 186 alunos aprovados na Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Instituto Federal do Piauí (IFPI). É um número bastante relevante, pois representa uma grande quantidade de famílias, que mudarão suas realidades através da educação. Estamos muito satisfeitos com os resultados, e são números que ainda vão crescer bastante com o decorrer das próximas chamadas. Com certeza vamos bater o recorde de alunos aprovados no Enem”, afirma o secretário municipal da Juventude, Zé Filho.

Leonardo Magalhães, que mora na Vila Mocambinho I e é egresso de escola pública, também viu seu sonho se tornar realidade no último Enem. Matriculado no polo Pequena Rubim do Programa Unitodos, dedicou-se aos estudos e usou todo o conhecimento adquirido no preparatório, conquistando o segundo lugar no curso de Física da Universidade Federal do Piauí (UFPI), através de cotas de escola pública e renda familiar inferior a um salário mínimo e meio.

De origem humilde, Leonardo conta que trabalhava e estudava, mas acabou optando por focar apenas nos estudos. “Na época do preparatório, larguei o trabalho para estudar, porque a rotina era muito pesada. Às vezes fazia bicos, mas ficava muito cansativo então decidi apenas estudar. Contei com o apoio da minha mãe, ela me aconselhava muito. Então minha rotina era ir para a escola pela manhã, estudar à tarde, e a noite assistir as aulas do curso”, diz.

O Unitodos é um preparatório para o Enem, que oferece aulas com professores qualificados para jovens com baixa renda familiar e estudantes de escolas públicas, que já cursaram ou estão cursando o terceiro ano do ensino médio. “Os mais de 2.500 alunos matriculados do Unitodos participaram de aulas diárias em 34 polos espalhados por toda a cidade, inclusive na zona rural. E isso deu resultado, foram muitos aprovados para cursos de ensino superior este ano. Esse projeto da Prefeitura tem oportunizado a muitos jovens a concorrer ao Enem de forma igualitária”, comenta a coordenadora do programa, Cássia Mendes.