Renato Bezerra

O novo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Rubens Barbosa Lima, localizado no bairro Renascença, foi inaugurado pelo prefeito Firmino Filho e pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Charles Silveira, e já iniciou o atendimento à população nesta terça-feira (11). O Centro funciona de segunda a sexta-feira, nos turnos manhã e tarde, e tem capacidade para triplicar a quantidade de atendimentos realizados a pessoas com transtornos mentais graves.

O prefeito Firmino Filho relembrou as evoluções na área da saúde mental de Teresina e afirmou que a Prefeitura realiza alto investimento na área da saúde para manter uma rede grande e complexa. “Quando o Meduna (hospital psiquiátrico) fechou em Teresina, não houve descontinuidade de atendimento, porque os CAPS foram instalados. A filosofia da desospitalização foi vencedora e, no decorrer do tempo, a nossa crença na construção de uma assistência psicossocial de qualidade foi mantida”, afirma.

O CAPS atende demanda espontânea e é voltado para acolher pessoas com transtornos mentais severos e persistentes, oferecendo atendimento médico e psicossocial, além de desenvolver atividades em grupo, visita domiciliar e outras ações que estimulam a integração social e familiar do indivíduo. A equipe é composta por psiquiatras, artesão, psicólogo, assistente social, educador físico, terapeuta ocupacional, nutricionista, enfermeiro e técnico de enfermagem.

O presidente da FMS, Charles Silveira, relembrou que, com a reforma psiquiátrica, as pessoas com doenças mentais não ficaram mais confinadas. “A FMS esteve à frente do seu tempo, pois teve a capacidade e a competência para fazer a transformação nesse tipo de tratamento. As pessoas não foram feitas para estarem enclausuradas, elas precisam de atendimento adequado por profissionais, de vida social, mas, fundamentalmente, devem contar com abraço e acalanto que todos nós precisamos ter”, conta.

Com área construída de 728 metros quadrados, o CAPS leva o nome de Rubens Barbosa Lima, que foi médico psiquiatra, um dos pioneiros no atendimento de crianças e adolescentes e também desenvolveu trabalho artístico. O Centro foi construído em um espaço bem localizado e obedecendo aos padrões do Ministério da Saúde. O valor do investimento para a construção correspondeu a R$ 1.1.311.128,02, oriundos do Governo com contrapartida da Prefeitura de Teresina.

“O CAPS completou 10 anos de existência e recebeu de presente essa nova sede, uma obra que nos surpreendeu positivamente e que vai atender melhor a comunidade que nos procura. Somos servidores públicos e estamos aqui para servir bem o público. Iremos prestar o melhor atendimento a todos que nos procurarem. Temos ciência de que o serviço prestado aqui é tão completo, tão de excelência que a população não encontra atendimento similar na rede privada”, conta a coordenadora do CAPS, Ana Benedita.