Ascom/FMS

Profissionais da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do Rio de Janeiro estão em Teresina ministrando, durante toda esta semana, um curso de atualização na área de vigilância entomológica para doença de Chagas e para Leishmaniose. O público alvo da capacitação são servidores da Gerência de Zoonoses da capital: agentes de endemias, veterinários e laboratoristas.

“Junto com a Fiocruz-PI, estamos trabalhando com a Gerência de Zoonoses. A primeira ação da parceria é a capacitação dos agentes de endemias, laboratoristas e veterinários para realização de um estudo de Vigilância Entomológica. Nessa capacitação está sendo passado tanto a questão biológica e ecológica dos vetores que transmitem as Leishmaniose e a doença de Chagas, como também a questão epidemiológica, da distribuição das doenças em Teresina e entornos”, explica Léo Berto Torres, doutorando do Programa de Biologia Parasitária da Fiocruz-RJ.

Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde (FMS), fala da importância dessa parceria. “É muito importante para que nossos servidores se mantenham sempre atualizados e possamos desenvolver um melhor trabalho junto à prevenção dessas doenças”.