Ascom/Semduh

A Câmara Municipal de Teresina realizou, na manhã desta terça-feira (18), uma audiência pública sobre regularização fundiária nas zonas urbanas e rurais do município. A coordenadora de Habitação e regularização fundiária da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), Rogéria Sousa, apresentou dados atualizados sobre a realidade da capital piauiense e sobre as ações que estão sendo executadas pela Prefeitura.
De acordo com a coordenadora, no Plano de Regularização Fundiária do Município de Teresina, que deve ser finalizado em março deste ano, já se tem o diagnóstico de 314 áreas irregulares em Teresina, totalizando aproximadamente 97 mil famílias que aguardam a posse legal de suas moradias.
“A Prefeitura já vem atuando diariamente na regularização dessas áreas desde o momento que garante infraestrutura, escolas, postos de saúde e urbanização de uma forma geral desses núcleos urbanos. Atualmente, temos 18 áreas, somando cerca de 17 mil títulos, que já são de ocupações bem antigas e que os terrenos pertencem ao município. Estes serão os primeiros a serem totalmente regularizados. Depois, seguiremos utilizando as diretrizes do Plano para continuarmos implementando a regularização fundiária em todas as áreas de ocupação irregular em Teresina”, explica Rogéria Sousa.