Ascom/Semcaspi

Dialogar e buscar meios de garantir a segurança da população dentro do transporte público em Teresina, esse foi o objetivo da reunião realizada na manhã de hoje, 28, na Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). Estavam presentes o secretário Samuel Silveira, representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintetro), do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) e da Guarda Civil Municipal de Teresina.

Para o secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Samuel Silveira, a Guarda Municipal está empenhada em contribuir com a segurança dentro dos ônibus, com uma atuação eficaz principalmente dentro dos terminais da cidade. “A postura da Prefeitura Municipal de Teresina é ativa. Por mais que não seja, a rigor, competência direta da prefeitura, a Guarda Municipal está à disposição para ajudar e contribuir com a segurança dentro do transporte público de Teresina”, disse o secretário.

O secretário estabeleceu um plano de ação que será executado, o mais rápido possível, e contará com o apoio do Sintetro, Setut e entre outros órgãos da administração pública. “É importante um plano de ação eficaz para trabalhar de forma preventiva e essa foi a diretriz dessa reunião. Foi possível formatar o rascunho de um plano de ação, que depois será formalizado, para contribuir com a segurança através de uma atuação concreta”, afirmou.

Durante o encontro, Fernando Soares Santos, presidente do Sintetro, elogiou a atuação da Guarda e reiterou a redução do número de ocorrências e assaltos nos terminais onde há a atuação dos guardas municipais. “A importância da Guarda Municipal de Teresina a gente vê no dia a dia, nos terminais de integração onde não existe mais assalto. Quando assumiu as estações, como a da Miguel Rosa e Frei Serafim, não houve mais assaltos. Então a sua importância para a segurança do transporte público, da população e dos trabalhadores de Teresina está demonstrada”, ressaltou.

Quanto a iniciativa da reunião proposta, bem como do plano de ação que será desenvolvido, Fernando Soares acredita que vai somar significativamente para coibir a violência dentro do transporte coletivo. “Essa iniciativa tende a somar ainda mais com as outras que estão sendo adotadas. A segurança tem que ser feita com a participação de todos. O usuário do transporte público coletivo agradece imensamente, principalmente com a presença da Guarda Municipal, que a gente, hoje, já vê nos bairros de Teresina, que são mais afastados do Centro. É isso que a gente espera, que se faça uma ação que coíba cada vez mais essa violência e abuso dentro do transporte coletivo. E que o trabalhador se sinta seguro e o usuário possa voltar a andar com segurança”.