Ascom/SMPM

A Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM) apresentou para o Observatório do Senado Federal as metodologias que estão sendo desenvolvidas pelo Observatório da Mulher Teresina, visando implantar uma metodologia que atenda as especificidades da capital. O encontro está acontecendo em Brasília-DF, desde esta segunda-feira (09), e será concluído nesta terça-feira (10).

Segundo a Secretária Municipal da SMPM, Macilane Gomes, após a apresentação dos documentos, o Coordenador Nacional do Observatório da Mulher, Henrique Marques, concordou com as propostas apresentadas e o feedback foi bastante positivo.

“Ficamos muito felizes. Ele destacou o avanço de atuação que tivemos dentro do município de Teresina. Já temos o link de acesso ao observatório, foram mapeadas as leis municipais como produto do observatório, temos uma participação efetiva nas conferências de políticas públicas, tentamos criar uma estratégia de comunicação através dos sistemas de monitoramento da Prefeitura, são vários avanços”, elencou a Secretária.

Entre os encaminhamentos da reunião, foi estabelecida a utilização da plataforma Simmap (Sistema de Monitoramento de ações, projetos e programas) como ferramenta de monitoramento das políticas públicas executadas. Também será feito um diálogo com a Câmara Técnica e o Núcleo de Pesquisa em Gênero da Universidade Federal do Piauí (UFPI), para alinhamento de propostas e meios de execução.

O Observatório Mulher Teresina (OMT) é um projeto que tem o caráter técnico e científico para produzir dados que irão subsidiar o planejamento e execução das políticas públicas para mulheres, além de monitorar as ações de enfrentamento a violência contra a mulher em âmbito local, assim como verificar a efetividade da lei Maria da Penha.