Ascom/Semam

Os parques ambientais são espaços ao ar livre que contribuem com a oferta de mais qualidade de vida para a população. Por isso, a Prefeitura de Teresina decidiu manter o funcionamento desses locais, mas suspendeu por 15 dias, contando a partir desta quinta-feira (19), os eventos e as atividades que favoreçam a aglomerações de pessoas nesses locais, uma das medidas de enfrentamento à ameaça de disseminação do novo coronavírus (COVID-19).

Administrados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM), o Parque da Cidade, Estação Cidadania, Matias Matos, Macaúba e Encontro dos Rios são exemplos de espaços públicos abertos para circulação de pessoas, que podem continuar realizando seus passeios, atividades físicas e momentos de socialização.

“Mesmo que a gente mantenha esses parques ambientais funcionando, orientamos que nesse período as pessoas do grupo de risco, como os idosos, evitem circular, pois reduz ainda mais as chances de contágio. Frisamos também que a população mantenha os cuidados recomendados pelas autoridades e profissionais de saúde, como a higienização correta das mãos, e não frequentem locais fechados com grande movimentação de pessoas”, esclarece o Coordenador de Parques Ambientais, Cláudio Roberto Morais.

Outra medida que a pasta deve adotar por 15 dias, contados a partir desta quinta-feira (19), será a suspensão da emissão de licenças para realizar eventos na capital, seja em espaços públicos ou privados.

“Essa foi uma decisão tomada durante a reunião com o secretariado, onde estavam presentes profissionais da área da saúde, que concordaram que essa é uma das estratégias que tende a contribuir para evitar a propagação do novo coronavírus”, pontua o secretário executivo da SEMAM, Claudinei Feitosa.