Ascom/Sdu Sudeste

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Sudeste realizou na manhã desta terça-feira (18) o monitoramento de áreas afetadas pelas chuvas. Acompanhado de equipes técnicas, o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, visitou os bairros Vila Verde, Curva São Paulo e Vila Beira Rio e definiu estratégias para evitar possíveis transtornos.

Na Vila Beira Rio foram constatadas situações de alagamento próximo às casas devido ao aumento do nível do rio Poti. Para garantir a segurança e proteção da comunidade, a equipe de assistentes sociais da Gerência de Habitação da SDU Sudeste realizou o pré-cadastro de 28 famílias que serão removidas das residências em situação de risco.

A realocação das famílias será feita através do Programa Cidade Solidária, que possui duas vertentes de atuação: o ‘Família Solidária’ e o ‘Residência Solidária’. No primeiro, a pessoa acolhida indica outra família para lhe receber e a Prefeitura repassa uma ajuda de custo no valor de R$ 300. No segundo, a família deve indicar um imóvel, no valor de até R$ 300, para alugar e a Prefeitura arca com o pagamento no prazo de um ano.

Durante o período, a família é devidamente acompanhada pelas equipes de assistência social da SDU Sudeste e Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), sendo fornecido, caso necessário, cesta básica, kit acolhimento e kit limpeza.

“O monitoramento das áreas é um trabalho que fazemos constantemente na SDU Sudeste e adotado por todas as frentes de prevenção da Prefeitura de Teresina. Todas as nossas ações são definidas com o objetivo de evitar os alagamentos e, quando eles ocorrem, de minimizar os seus impactos e perigos à população”, informou o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd.