O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) não é referência para o atendimento de pacientes infectados com o novo coronavírus (Covid-19). Porém, para garantir que os profissionais do Hospital estejam preparados para receber pacientes com exame positivo para a Covid-19, foi elaborado um Plano de Contingência. De acordo com o diretor geral do HUT, Rodrigo Martins, o Plano foi apresentado para os profissionais de diversas áreas da saúde, por meio de videoconferência.

“Sabemos que, apesar de o HUT não ser referência para tratar pessoas infectadas com a Covid-19, é possível que elas acabem sendo admitidas, transferidas de outro hospital, para tratamento obedecendo o nosso perfil de atendimento. Portanto, estamos trabalhando para que os pacientes tenham uma assistência de qualidade sem esquecer a segurança dos nossos profissionais de saúde”, declarou o diretor.

O médico infectologista do HUT, João Cantinho, que participou da elaboração do Plano de Contingência, disse que durante o encontro foi apresentado o fluxo de atendimento e o protocolo de manejo clínico para pacientes com suspeita ou com exame positivo para a Covid-19.

“Esse Plano contempla o manejo do paciente desde a entrada, iniciando pelos primeiros procedimentos até a sua chegada na área que estamos isolando exclusivamente para esses casos no HUT. Discutimos também nossa proposta de modelo terapêutico, a formação das equipes multiprofissionais e os protocolos mais adequados à nossa realidade. Foi uma discussão ampla com profissionais de saúde de diversas áreas para uniformizar as condutas e garantir um fluxo seguro, tanto para o paciente como para o profissional de saúde”, explicou.

O HUT é um hospital de urgência e emergência, voltado especialmente para atendimento de vítimas de trauma. Dentre os principais motivos de entrada estão as vítimas de acidentes com motocicleta, ocupando o segundo lugar, com 1.405 atendimentos. Para oferecer um atendimento de qualidade a esse público, o HUT é habilitado pelo Ministério da Saúde em atendimento de alta complexidade nas áreas de ortopedia, neurocirurgia e nutrição.