Neste último final de semana equipamentos de cinco estações de passageiros de Teresina foram alvos de furtos em Teresina. Foram levados cabos de cobre, plugs e cortinas de ar-condicionado das estações Ivan Tito, Albertão, Justiça Federal, Pio XII (nos dois sentidos) e Nações Unidas, todas na zona Sul da cidade.

Na semana passada os furtos ocorreram nas estações de passageiros Chesf e Macaúba, também na zona Sul, quando foram levados cabos de cobre das instalações.  Desde janeiro até o início do período de quarentena por conta da Covid-19 haviam sido registrados cinco casos, incluindo estações e semáforos.

O coronel John Feitosa, da Assistência Militar da Prefeitura de Teresina, informa que está tomando providências. “Estamos fazendo a segurança com equipes da Guarda Municipal, mas os furtos continuam, então a partir de agora vamos comunicar à Secretaria de Segurança do Estado e Polícia Militar, para termos mais um reforço e também usar, se for preciso, outros meios necessários para identificar e prender quem está praticando esses atos que causam prejuízo ao poder público”, informa.

Para o diretor de Operações de Trânsito da Strans, coronel Jaime Oliveira, essa é uma área que já apresentou casos semelhantes no passado e houve ação que coibiu a prática criminosa. “Fizemos uma ação que culminou na prisão dos responsáveis. Agora ela está se repetindo e vamos agir com a mesma estratégia, com a Guarda Civil e a Polícia Militar, por meio do convênio que mantém com a Strans, com o reforço na fiscalização e policiais sem uniforme para prender quem for pego fazendo esses furtos”, pontua.

A Strans mantém equipes de profissionais que fazem ronda no início da manhã e da tarde e também em outros horários, desde que haja necessidade, para verificar o funcionamento dos equipamentos e providenciar reparos.