A partir de terça-feira (31), a vacinação contra gripe em Teresina será retomada para atender exclusivamente idosos acamados em suas residências, idosos em asilos e idosos da zona rural. A medida foi uma estratégia adotada pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) após receber do Ministério da Saúde 14 mil doses, quantidade insuficiente para vacinação de todos os idosos e profissionais de saúde.

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) possuem a relação de idosos acamados na cidade, já que realizam trabalho de acompanhamento a esse público por meio das equipes de saúde. “Agora, se tem um idoso que é acamado e não costuma receber visita em casa da nossa equipe de saúde, o responsável por essa pessoa pode ir à Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa, para fazer o cadastro”, explica o diretor de Atenção Básica, Kledson Batista.

Kledson Batista esclarece ainda que idoso acamado é a pessoa com idade superior a 60 anos, que não se locomove, não podendo sair de casa em razão da sua condição de saúde. Já os idosos que estão em quarentena e que ainda não foram vacinados deverão aguardar a chegada de mais doses de vacina contra a gripe, para que possam se dirigir aos postos de saúde, escolas e drive-thrus.

O presidente da FMS, Manoel Moura, afirma que assim que chegar a quantidade suficiente de doses, a vacina será disponibilizada para a população-alvo, nos postos de saúde e escolas. “Nós reconhecemos a importância da vacina na proteção à saúde, mas pedimos a compreensão de todos nesse momento. Há um trâmite por trás do fornecimento, para assegurar a qualidade do material, de modo que o Governo Federal adquire e distribui para o Governo do Piauí, que envia para Teresina”.

A vacina não protege a pessoa contra o novo Coronavírus e sim contra a Influenza, doença respiratória infecciosa cuja origem é viral. A transmissão direta de pessoa a pessoa é a mais comum e ocorre por meio de gotículas expelidas pelo individuo infectado com o vírus, ao falar, espirrar ou tossir. Há evidência de transmissão também pelo modo indireto, por meio de contato com a secreção de doentes.

Segundo dados que constam em sistemas de informação da FMS, Teresina já vacinou 55,8% dos idosos contra a gripe. Ao total, cerca de 65 mil doses desta vacina foram aplicadas em idosos e profissionais de saúde, somente nos dois primeiros dias da Campanha. No dia 25 de março, a vacinação foi suspensa em decorrência do desabastecimento de doses por parte do Ministério da Saúde.