Durante o período de isolamento devido à pandemia da COVID-19, os teresinenses devem redobrar os cuidados com ações como a ida ao supermercado. Visando minimizar os riscos, a Vigilância Sanitária de Teresina, vinculada à Fundação Municipal de Saúde (FMS), está visitando estes locais e orientando sobre os cuidados básicos a serem tomados por trabalhadores e também por clientes.

Os fiscais da FMS estão trabalhando junto a todos os estabelecimentos que fornecem alimento – sejam supermercados ou mercados de qualquer porte – para orientar de maneira segura a circulação de pessoas e transporte de alimentos. “Nestes locais, estamos dando orientações como ampliar a frequência da limpeza do piso, corrimões, maçanetas e vidros, higienizar cestas e carrinhos ou disponibilizar a solução de higienização para o cliente, disponibilizar EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) aos funcionários e disponibilizar itens como sabão líquido, papel toalha e álcool gel”, informa Jeanyne Seba, gerente de Vigilância Sanitária da FMS.

A gerente frisa ainda que existe uma série de cuidados a serem tomados pelos clientes para que não aconteça a transmissão do novo coronavírus por meio de objetos contaminados que chegam às casas. “Você que vai ao supermercado tem que seguir algumas regras. A primeira delas é fazer uma lista de compras. Somente uma pessoa da casa deve ir ao supermercado, com os cabelos presos, sem brincos, anéis ou pulseiras”, orienta Jeanyne Seba.

A gerente orienta ainda que ao chegar em casa, toda a mercadoria deve ser colocada em uma mesa ou bancada que possa ser higienizada. “E devemos lembrar sempre de nunca entrar com seu sapato dentro de casa. As mercadorias com embalagens que possam ser lavadas devem ser lavadas com água e sabão, e as que não podem devem ser limpas com uma solução de 1 litro de água e 3 colheres de sopa de água sanitária, deixar agir por 1 minuto e só depois guardar”, explica ela.

Já as frutas e as verduras devem ser lavadas em água corrente e depois colocadas de molho em uma solução de hipoclorito – uma colher de sopa de água sanitária em um litro de água – por 30 minutos, para depois serem lavadas em água corrente novamente. Por fim, as sacolas devem ser jogadas fora, a mesa deve ser higienizada e o usuário deve lavar muito bem as mãos com água e sabão.

A gerente pede que estes cuidados sejam tomados à risca, pois assim será garantida a segurança não apenas dos clientes, como também dos trabalhadores destes estabelecimentos. “Os cuidados com a higiene nunca foram tão importantes como estão sendo agora”, finaliza Jeanyne Seba.