Rômulo Piauilino

Nesta quinta-feira (02), o prefeito Firmino Filho realizou visita à construção do Hospital de Campanha localizado na quadra de badminton da Universidade Federal do Piauí (UFPI), cuja obra segue em ritmo acelerado. Além deste, um outro estabelecimento está sendo construído para atender pacientes com coronavírus em Teresina.

A previsão é de que a conclusão da parte estrutural dos hospitais de campanha ocorra em 15 dias. “Após essa primeira etapa, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) deverá instalar os equipamentos necessários e contratar profissionais de saúde para garantir o atendimento a casos de baixa e média complexidade decorrentes do Coronavírus”, explica o presidente da FMS, Manoel Moura Neto.

De acordo com o prefeito, a quadra de Badminton foi cedida pela UFPI para abrigar o hospital e o espaço contará com 84 leitos de internação e 04 de estabilização, totalizando 88 leitos. “Os casos de Covid-19 podem aumentar exponencialmente e serão necessários leitos hospitalares. Estamos nos preparando para esse cenário, que queremos que não aconteça, mas se acontecer, poderemos garantir atendimento em saúde e amenizar o sofrimento das pessoas”, afirma.

Em Teresina, o outro hospital de campanha será instalado no Lar da Fraternidade e terá 35 leitos de internação e 01 de estabilização. O espaço foi cedido à Prefeitura pela Ação Social Arquidiocesana (ASA) e a FMS iniciou as modificações estruturais necessárias. “Estamos trabalhando arduamente para entregar essas unidades à comunidade com a máxima qualidade e no menor tempo possível”, ressaltou a gerente de Engenharia da FMS, Caroline Bastos.

Os hospitais de campanha são estruturas temporárias. Nestas unidades, as vagas dos leitos serão reguladas e disponibilizadas, exclusivamente, para pacientes vindos de outros hospitais e UPAS de Teresina , em ambulâncias do SAMU e que se enquadrem em casos de baixa e média complexidade decorrentes da Covid-19. Se houver necessidade, serão transferidos para locais que atendem casos de alta complexidade.