Ascom/SDU Sudeste

Como parte das providências da Prefeitura de Teresina para conter o avanço do coronavírus (COVID-19), todos os mercados públicos municipais vão passar por um processo de sanitização. Coordenada pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Sudeste, em parceria com a Fundação Municipal de Saúde (FMS), a ação iniciou na tarde desta sexta-feira (3) nos quatro mercados da zona Sudeste: Mercado do Dirceu I, do Dirceu II, do Renascença e do Alto da Ressurreição.

O permissionário Rafael Silva chega ao Mercado do Dirceu II às 5h30 da manhã para abrir o seu frigorífico. Desde que foram adotadas medidas de enfrentamento ao coronavírus na cidade, a rotina de trabalho ficou mais curta – o expediente que antes era até 17h, agora encerra às 12h – e o fluxo de pessoas diminuiu.

Respeitando as determinações dos órgãos de saúde, Rafael toma alguns cuidados na hora do atendimento. Além de fazer uso de máscara e produtos de higiene, ele orienta aos clientes que evitem tocar nos alimentos e determina uma distância a que devem ficar. Para o permissionário, a iniciativa vai dar mais tranquilidade e segurança para quem frequenta os mercados.

“É uma ação de extrema importância para manter a segurança das pessoas. Não devemos brincar com o que o mundo está enfrentando. Temos que levar a sério e conscientizar a população”, disse.

O processo de sanitização consiste na pulverização de solução de água com hipoclorito de sódio, por meio de bombas costais. Além disso, também será feita a divulgação de orientações acerca do coronavírus através de carros de som e abordagem das equipes de saúde.

“O prefeito Firmino Filho está adotando e estudando as melhores medidas de prevenção ao coronavírus. O isolamento social é a principal delas e, visto a necessidade de alguns estabelecimentos continuarem funcionando, como é o caso dos mercados públicos, a sanitização é muito importante para reduzir a circulação do vírus”, frisa Evandro Hidd, superintendente da SDU Sudeste.