Ascom/SDU Sudeste

A Gerência de Controle e Fiscalização da Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Sudeste, em ação conjunta com a Guarda Municipal e a Polícia Militar, está atuando para o cumprimento do decreto da Prefeitura de Teresina, que determina o fechamento do comércio e atividades não essenciais. Desde a última sexta-feira (3), os agentes identificaram mais de 30 estabelecimentos da região descumprindo as medidas.

Os agentes percorreram algumas das principais vias com atividade comercial na zona Sudeste e fiscalizaram 57 estabelecimentos. Destes, 32 estavam em funcionamento irregular e foram fechados, sendo 25 notificados e 7 autuados. Foi registrado ainda um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desacato aos fiscais.

Segundo o gerente de Controle e Fiscalização, Alexandre Nogueira, a maioria dos estabelecimentos notificados e multados são de material de construção, eletrônicos, eletrodomésticos e celulares. Ele ressalta que, mesmo com as recomendações de isolamento social dos órgãos de saúde, ainda é possível encontrar muitas pessoas nas ruas.

“A triste constatação é de que a população continua indo para a rua sem nenhum objetivo específico, simplesmente por ir, para sair de casa e gerando aglomerações”, afirma o gerente.

A multa para quem desobedecer ao decreto de fechamento dos comércios de atividades não essenciais varia de R$ 1.000 a R$ 3.000.

O superintendente da SDU Sudeste, Isaac Meneses, explica o caráter preventivo das ações. “Essa é uma medida adotada para conter o avanço do coronavírus na nossa cidade e, por isso, é muito importante que a população colabore. Os estabelecimentos que exercem atividades essenciais, como supermercados, farmácias e padarias, continuam autorizados a funcionar. Mas aqueles de atividades não essenciais devem permanecer fechados a fim de evitar as aglomerações e se desobedecerem a determinação, serão multados”, frisa.