Os fiscais da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste) estão acompanhando, na manha desta quinta-feira (09), a movimentação interna e externa do Mercado do Peixe. Ontem (08), representantes da SDU Leste, Guarda Civil Municipal, Strans e Vigilância Sanitária estiveram reunidos na sede do Mercado para definir estratégias frente à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Com a chegada da Semana Santa, o Mercado do Peixe recebe um fluxo ainda maior de clientes que procuram pela compra do pescado. Com o intuito de evitar a aglomeração de pessoas e assegurar a saúde de todos, a Prefeitura de Teresina adotou medidas para frear a disseminação do vírus.

O Gerente de Controle e Fiscalização da SDU Leste, Lupércio Medeiros, está no local e relata como anda a movimentação no Mercado. “Estamos aqui com mais dois fiscais acompanhando o fluxo de pessoas, bem como a quantidade de comerciantes por cada boxe. Nossa missão aqui é garantir que todos tenham acesso às mercadorias de forma segura e respeitando as recomendações da Organização Mundial de Saúde e do nosso decreto Municipal.

É importante esclarecer que as providências tomadas a partir de hoje são para garantir a segurança de todos e fazer com que esse comércio essencial continue prestando seus serviços com toda a higiene possível”, esclareceu.

Confira as medidas adotadas pelos órgãos municipais:

A partir das 5h desta quinta-feira (09), os veículos não têm mais acesso ao estacionamento da frente do Mercado, que está disponível apenas para os idosos e pessoas com deficiência.

Os agentes da Strans também estão no local para dar orientações aos motoristas, que podem estacionar seus veículos nas ruas próximas ao Mercado.

A Guarda Civil Municipal está restringindo a entrada da população no local, limitando a uma quantidade de até 30 pessoas, por vez, para evitar aglomerações no interior do Mercado.