A Prefeitura de Teresina está avaliando a possibilidade de estabelecer horários escalonados para o funcionamento das atividades consideradas essenciais no comércio e na indústria. As mudanças têm como objetivo evitar aglomerações, principalmente no transporte público, e assim, diminuir a disseminação do novo coronavírus na capital.

Ao adotar diferentes horários de funcionamento das empresas, a medida permite uma melhor distribuição do volume de pessoas e um controle no fluxo de trabalhadores para manter o distanciamento social.

“No momento, temos um terço da frota do transporte público circulando, o que resulta em uma maior quantidade de pessoas nos veículos em determinados momentos do dia. Por isso, estamos estudando como fazer para flexibilizar o horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais e industriais que têm permissão para abrir e funcionar”, explica o secretário Municipal de Governo, Fernando Said.

A maior preocupação da Prefeitura é evitar que os ônibus circulem com um grande número de passageiros, aumentando os riscos de mais pessoas contraírem a Covid-19. Com a determinação, os trabalhadores sairão de casa em horários diferentes, o que inibe a aglomeração de pessoas que precisam cumprir obrigações essenciais.

“Queremos redimensionar os horários de funcionamento para que não coincidam os horários de abertura dos estabelecimentos que prestam serviços essenciais, isso contribui para a redução no número de pessoas usando o transporte público ao mesmo tempo em horários de pico”, acrescenta o secretário.