A partir deste final de semana, a Guarda Municipal passa a utilizar o aplicativo da startup InLoco, que mede os índices diários de isolamento social em Teresina, como um dos instrumentos de direcionamento das fiscalizações do cumprimento dos decretos que determinam a quarentena na capital. Desde o dia 21 de abril, quando começaram as fiscalizações, a Guarda já fechou 3.010 estabelecimentos que estavam desobedecendo a quarentena.

“A Guarda Municipal está atuando em toda Teresina e agora estamos agregando mais tecnologia, utilizando o mesmo equipamento que afere o comportamento das pessoas. Estamos usando esses dados para balizar o deslocamento das nossas equipes”, explica o secretário Samuel Silveira, da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas. Ele ressalta que esse sistema é apenas um incremento ao trabalho da Guarda e que as pessoas devem continuar encaminhando as denúncias através dos números de telefone e pelo whatsapp.

O sistema de georreferenciamento da startup recifense InLoco é usado pela Prefeitura de Teresina para monitorar a localização de 217 mil aparelhos de celular na cidade. O sistema considera que um endereço é a residência da pessoa quando ela passa mais de sete horas em um mesmo local. Assim, quando o morador se afasta ao menos 450 metros da residência, fica registrado que ali está ocorrendo uma quebra do isolamento social. A Prefeitura também está enviando alertas para os celulares das pessoas que moram nas regiões que mais vêm descumprindo o isolamento social.

A população pode e deve continuar cooperando com a fiscalização e denunciando o descumprimento dessas medidas. O cidadão pode denunciar estabelecimentos que estejam funcionando irregularmente através dos números 153, (86) 3215-9317 ou falar diretamente com o WhatsApp da Guarda Municipal, por meio do número (86) 99438-0254. Além disso, o cidadão pode também acessar o Colab para denunciar.