Durante reunião por videoconferência na manhã desta terça-feira (14), o prefeito de Teresina Firmino Filho pediu o apoio de lideranças comunitárias para que a capital atinja melhores índices de isolamento social e para que ajudem mais pessoas a realizarem o cadastro que permite recebimento do auxílio financeiro oferecido pelo Governo Federal. No encontro virtual estiveram presentes representantes de todas as zonas da cidade.
“Nesse momento, é essencial a ajuda das lideranças propagando a ideia do distanciamento social em suas comunidades. Tomando essa atitude, estaremos preservando vidas em Teresina. O vírus está circulando na cidade e estamos fazendo tudo o que propõem os órgãos de saúde e o que a maioria dos países do mundo está fazendo. O isolamento diminui a propagação do vírus e o crescimento rápido do número de pessoas infectadas. Nosso maior inimigo se multiplica através dos nossos contatos. Quanto mais isolados e distantes, menos ele vai crescer”, ressaltou o prefeito para as lideranças.
Firmino também pediu que as lideranças ajudem mais pessoas a fazerem o cadastro para receberem o auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal. “É muito importante o engajamento de todos nessa ação. É necessário que façam uma busca ativa de casa em casa, procurando quem ainda não se cadastrou e identificando quem precisa dessa ajuda”, pediu.  O auxílio financeiro é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados. O objetivo é fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus – COVID 19.
Os participantes manifestaram apoio às medidas adotadas pela Prefeitura e deram sugestões para melhorar ações no enfrentamento à pandemia do coronavírus. Para reforçar o contato com os representantes dos bairros, o prefeito vai continuar realizando teleconferências ao longo dos próximos dias.
A capital registrou nesta segunda-feira (13) o menor índice de isolamento social das últimas duas semanas em Teresina, com 49%. Os maiores percentuais registrados foram 63% no dia 5 de abril; 66% no feriado da Sexta-feira Santa, celebrado no dia 10 deste mês; e 62% no último domingo, dia 12. Nos demais dias de abril, os índices marcaram menos de 57%, número abaixo do percentual mínimo recomendado para diminuir a disseminação do novo coronavírus, que é de 73%. Os dados são da startup recifense InLoco, que monitora a circulação de pessoas na cidade.