Um novo gráfico, produzido diariamente pelo sistema de georreferenciamento da startup InLoco, que atua em parceria com a Prefeitura de Teresina, aponta que, após quase um mês do início da quarentena, Teresina ainda registra índices abaixo do esperado de isolamento social. Dados colhidos na última terça-feira (14) apontam que neste dia foi registrado o índice de 52% de isolamento social, um dos menores nas duas últimas semanas em Teresina.

Os maiores percentuais registrados até agora foram de 63%, em um domingo, dia 5 de abril; 66% no feriado da sexta-feira santa, celebrado no dia 10 deste mês, e 62% no último domingo, dia 12.

De acordo com o prefeito Firmino Filho, os índices mostram que, mesmo com as medidas restritivas adotadas pela Prefeitura e as recomendações das autoridades de saúde, a população continua saindo de casa. “Foi assinado um novo decreto, que altera os horários de funcionamento de alguns estabelecimentos comerciais e de serviços, mas percebemos que as pessoas não estão fazendo sua parte, que é ficar em casa. Estamos fazendo o que está ao nosso alcance para proteger os teresinenses, mas precisamos contar com a ajuda de todos”, pede o gestor.

Firmino explica que o índice de isolamento recomendado para diminuir a disseminação do novo coronavírus em Teresina é de 73%. “Se conseguirmos alcançar essa marca a transmissão diminui muito, o que nos faz ganhar tempo para agir com mais eficiência. Quanto menos pessoas circulando, menos pessoas adoecem”, explica.

Os índices de isolamento são observados diariamente através de um sistema de georreferenciamento , que monitora a localização de 217 mil celulares na cidade. A startup também utiliza ferramentas de marketing para enviar alertas para aparelhos de pessoas que moram nas regiões que mais vêm descumprindo o isolamento social.