Ascom/Semec

Escola municipais de Teresina estão sendo ponto de apoio para a população que tem dúvidas sobre o auxílio emergencial do Governo Federal. A Prefeitura de Teresina está disponibilizando o serviço em 19 unidades de ensino, onde trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados podem buscar mais informações e até realizar o cadastramento.

O auxílio no valor de R$ 600 é um benefício financeiro concedido para fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do coronavírus. A inscrição é realizada online, mas em Teresina uma equipe de entrevistadores sociais está ajudando quem não possui acesso à internet ou teve problemas com a utilização do aplicativo da Caixa.

A ação é da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC). O atendimento acontece no turno da manhã, é rápido e individualizado, respeitando as orientações para evitar filas e aglomerações.

Na Escola Municipal Lunalva Costa, bairro Dirceu II, a entrevistadora social Carla Maria tem atendido cidadãos com dúvidas diversas. Ela destaca a importância do serviço. “Muita gente vem em busca de informações e vamos auxiliando cada uma. Essa descentralização do atendimento evita tumulto e faz diferença para muita gente que estava com problemas na realização do cadastro”, disse.

O secretário municipal de Educação Kleber Montezuma afirmou que as escolas estão preparadas para dar esse suporte. “Estão de portas abertas, criando condições para que todas nas pessoas que têm direito ao benefício possam ser orientadas corretamente, basta levar seus documentos”, conclui.