A Prefeitura de Teresina iniciou há cerca de duas semanas uma discussão com as entidades representativas de empresários, industriais e trabalhadores para planejar uma eventual retomada das atividades econômicas da cidade. Todas as medidas adotadas levarão em conta as determinações da OMS (Organização Mundial da Saúde), de forma a garantir padrões mínimos de segurança para todos durante a pandemia do novo coronavírus.

“A ideia é gerar um planejamento para uma eventual saída do atual estágio de isolamento social, com protocolos corretos para o retorno das atividades. O processo exige o respeito a algumas condicionantes, baseadas nas regras gerais da Organização Mundial da Saúde (OMS); na capacidade de atendimento do sistema hospitalar, especialmente UTIs; e na velocidade de disseminação do vírus para que possamos ter modelos de previsão mais acurados”, explicou o prefeito Firmino Fillho.

O planejamento vai levar em conta também as pesquisas sanitárias que estão em andamento em Teresina, que incluem testes para a COVID-19.  “O objetivo é conhecer a situação da pandemia na cidade, já que a testagem ainda é insuficiente e não há dados concretos sobre o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus”, ressalta o professor Washington Bonfim, membro do Comitê Gestor de Medidas para Enfrentamento da Pandemia Coronavírus-COVID-19 da Prefeitura de Teresina.

Bonfim também integra um grupo formado pelo prefeito para manter o diálogo com representantes dos empresários e dos trabalhadores. Esse grupo inclui os secretários de Governo, Fernando Said; de Finanças, Francisco Canindé; e de Educação, Kleber Montezuma.