Pacientes com confirmação ou suspeita da COVID-19, que estão em tratamento domiciliar, agora contam com serviço para monitoramento do seu estado de saúde por telefone. O projeto Teleconsulta de Enfermagem, iniciativa da Prefeitura de Teresina, vai funcionar a partir desta quarta-feira (22).

O atendimento será feito por equipe de enfermeiros, que ligará para os pacientes com frequência, acompanhando os sintomas e dando orientações de cuidados.

O serviço funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para acompanhar pacientes com síndrome gripal atendidos ambulatorialmente e casos suspeitos e confirmados de COVID-19, que estejam realizando tratamento em casa, além de seus contatos domiciliares.

“A partir de contato telefônico, os enfermeiros estarão acompanhando estes pacientes a cada 24 ou 48 horas, avaliando a evolução ou a recessão dos sintomas”, explica Karoline Alencar, gerente de Informações em Saúde da Atenção Básica da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Por meio da conversa e avaliação dos casos, o enfermeiro identificará a gravidade do caso e dará orientações de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde para tratamento da doença. Em caso de sintomas leves, o paciente poderá tirar dúvidas sobre a manutenção do isolamento domiciliar e os cuidados domésticos. Em casos mais graves, ele receberá orientações sobre medidas de precaução ou necessidade de atendimento presencial nos hospitais ou nas 20 UBSs designadas para atendimento específico de síndromes gripais.

O objetivo do Teleconsulta em Enfermagem é prestar um serviço mais ágil e aumentar a proximidade entre a equipe de saúde e a população neste momento de pandemia. “Assim, eles poderão acompanhar mais de perto os resultados e identificar de forma mais célere os casos que podem haver complicações, prestando assim um melhor serviço”, ressalta Karoline Alencar.